• Tecnologia
  • 23.08.2017
  • Por Meu Agronegócio

Conheça soluções colaborativas desde o produtor até o consumidor

soluções colaborativas

Rastreabilidade é a habilidade de seguir a movimentação de algo (ou alguém) por diferentes estágios. No segmento de alimentos, pode-se entendê-la como o acompanhamento de um gênero, por meio de soluções colaborativas em toda a cadeia de produção, processamento e distribuição, da matéria-prima até o produto final.

Toda a cadeia de produtos perecíveis do Brasil tem uma oportunidade para avançar em eficiência ao agregar o potencial da rastreabilidade, afirma o diretor comercial da PariPassu, Giampaolo Buso. “Sabemos disto. Precisamos executar. O Agronegócio está desempenhando, entregando resultados e valor para o país. Ainda tem espaço de melhoria”, garante.

A PariPassu atua em ações para a gestão do campo como rastreabilidade de alimentos, controle de qualidade dos produtos e processos e análise estratégica do negócio. São disponibilizadas soluções colaborativas pautadas por fluxo de informação inteligente, gerando resultados coletivos para a cadeia de abastecimento de alimentos.

“Se temos as operações registradas e associadas entre as diversas etapas, teremos rastreabilidade na sua essência conceitual”, conta Buso. Ao ampliar o conceito, o executivo define rastreabilidade como o resultado de controles ordenados e documentados. “É o fim, e não meio.”

Dados, processo e gestão melhorada

Rastreabilidade auxilia produtores e consumidores ao estabelecer ordem através de todos os processos. “A falta de procedimentos estabelecidos nas operações de todos os elos da cadeia de abastecimento, especialmente, na cadeia primária, é com o que temos nos deparado com mais frequência”, exemplifica Giampaolo.

Ele esclarece que, antes de qualquer sistema ou solução tecnológica, é necessário capacitar e elevar o nível de entendimento das pessoas. “Temos um déficit conhecido de qualificação. Para rastrear é preciso se organizar. Para se organizar é preciso aprender e entender o que está se fazendo.”

“Existe também uma curva de aprendizado importante por parte dos agentes da cadeia”, reflete o diretor da PariPassu. Ao longo do tempo e com a demanda de mercado, complementa, ocorrem avanços impulsionados pela mudança da forma de fazer. “É claro, a tecnologia de forma geral é responsável por este evento.”

A partir disso, as soluções tecnológicas auxiliam na coleta, organização, gestão e utilização de informações. O conhecimento gerado é amplo, visto a complexidade de toda a cadeia de alimentos.

O volume de informação gerado no processo – produção, distribuição e venda – é muito grande, conforme Buso. “Não é possível organizar esta informação sem coleta e análise automatizada de dados. Esta organização nos ajuda a reduzir desperdício, melhora o resultado econômico para sociedade e atende nossos anseios pela sustentabilidade.”

PariPassu e as soluções colaborativas

Analisando o histórico de uso da ferramenta, o diretor comercial da PariPassu destaca dois aspectos. Ela resulta em percepção de valor por clientes e maior eficiência na cadeia produtiva.

“Procuramos entender os processos dos nossos clientes antes de iniciarmos as atividades de implantação das soluções PariPassu”, ressalta ele, pois, conforme revela, é imprescindível aderência entre a operação e a tecnologia disponibilizada.

O nome PariPassu vem de “passo a passo, na mesma velocidade”. Para seguir essa filosofia, a empresa acompanha o ritmo de cada um de seus clientes, dos usuários e das equipes que utilizam as soluções. “Respeitamos o ritmo do cliente e se percebemos que ele pode avançar, incentivamos o incremento da velocidade apontando o retorno econômico que pode resultar.”

Essas características se mostram na agilidade e efetividade nos processos de informação e transparência entregues aos elos da cadeia produtiva. Soluções colaborativas estão presentes nos padrões de identificação, regulação e certificação, relacionamento com fornecedores, automação de processos, gestão de negócio e produto.

Conhece mais exemplos eficientes de soluções colaborativas em rastreabilidade? Comente abaixo.