• Insumos
  • Nordeste
  • 26.09.2017
  • Por Meu Agronegócio

Descubra o que é biofertilizante e sua importância

o-que-e-biofertilizante

Você sabe o que é biofertilizante? É um tipo de adubo produzido de diversas maneiras a partir de ingredientes encontrados na natureza, mais especialmente na propriedade rural – como esterco, leite, caldo de cana, cinzas e ainda outros – e enriquecidos com microrganismos, mamona, pó de rocha, etc. Conheça mais sobre essa solução natural para o agronegócio.

Composição

Ao contrário do adubo químico, que contém apenas três nutrientes – nitrogênio, fósforo e potássio –, o biofertilizante contém, em geral, o mínimo de doze nutrientes para alimentar as plantas. E não somente isso:

Nutrientes

Nitrogênio, fósforo, potássio, cálcio, magnésio, enxofre, boro, zinco, molibdênio, ferro, manganês, cobre e etc.

Hormônios

Essas substâncias auxiliam no desenvolvimento e na resistência das cultivares.

Álcool

Álcool e fenol atuam no desenvolvimento das células das plantas.

Microrganismos

Agentes vivos benéficos que podem auxiliar nos processos de defesa das plantas e na disponibilização de nutrientes.

Tipos e preparação

De acordo com sua forma de produção, os biofertilizantes podem ser identificados como aeróbicos e anaeróbicos.

Aeróbicos

A produção dos biofertilizantes aeróbicos é feita por meio de contato com o ar. Os ingredientes são colocados junto com água em tambores de plástico, alumínio ou inox e cobertos – de forma que entre somente ar –, onde sofrem revolvimento constantemente até o ponto de finalização.

Anaeróbicos

O que é biofertilizante anaeróbico: é um preparado sem o contato direto com o ar, sendo colocados os ingredientes em tambores misturados a água. O recipiente só deve ter uma entrada, em sua tampa, para uma mangueira.

Completo em 3/4 pelos ingredientes e pela água, o 1/4 final do tambor deve ficar sem nada. Ali ficará uma das pontas da mangueira. A outra ficará dentro de uma garrafa com água. Finalizados, os biofertilizantes devem ser coados e, aí sim, aplicados sobre as plantas e no solo.

Plantas mais resistentes

Pesquisas da área apontam que cultivares com nutrição balanceada desenvolve maior resistência ao ataque de pragas e doenças. Isto porque a adubação baseada em biofertilizantes oferece todos os nutrientes necessários, em vez de somente a tríade nitrogênio, fósforo e potássio – a chamada Teoria da Trofobiose.

O que é biofertilizante no campo

Biofertilizantes podem ser feitos com qualquer tipo de matéria orgânica fresca, que é a fonte de organismos fermentadores. Em geral, são usados estercos de animais ou restos vegetais. O esterco bovino tem fácil fermentação e já vem inoculado com bactérias decompositoras eficientes, sendo largamente utilizado para essa finalidade.

Mas cuidado: por segurança, não deve ser utilizado esterco de animais que estejam sendo tratados com antibióticos, vermífugos, carrapaticidas ou outras substâncias.

O biofertilizante produzido a partir do esterco líquido pode ser enriquecido, ainda, com minerais importantes para o desenvolvimento de plantas. Podem ser adicionadas à fórmula do biofertilizante cinzas, fosfato natural, farinha de osso, pó de rochas e alguns microelementos que, após fermentação, serão utilizados pela cultivares.

Conforme registros da Embrapa, desde a década de 1980 o termo biofertilizante já é empregado. Os resultados com as soluções aeróbicas e anaeróbicas já mostravam efeito benéfico na redução do problema de acidez do solo, aumentando seu pH.

A matéria orgânica no composto é retida, assim como o calcário, a partir da formação de complexos orgânicos no solo, quando da sua aplicação. Assim, as substâncias ficam à disposição das cultivares e ainda é evitado que os nutrientes sejam levados pela água (da chuva ou da irrigação).

Ainda não sanou suas dúvidas sobre o que é biofertilizante? Deixe seu comentário abaixo. Caso tenha encontrado informações relevantes, compartilhe nas redes sociais.