• Produção de soja
  • 15.12.2016
  • Por Meu Agronegócio

Eficiência: recorde de produção de soja é meta entre produtores

Recorde de produção de soja

O Brasil é o segundo maior produtor de soja do mundo, perdendo apenas para os Estados Unidos. A distância para o primeiro colocado, no entanto, é pequena, e existe não porque os americanos dedicam maiores áreas ao cultivo do grão, mas porque fazem as plantações renderem mais. Nesse artigo, vamos apresentar o recorde de produção de soja de cada país para exemplificar essa diferença.

Recorde de produção de soja no Brasil

A hegemonia entre os megaprodutores brasileiros de soja é da família Maggi. Blairo Maggi, atual ministro da Agricultura, era o detentor do título de “rei da soja”, mas perdeu a coroa há alguns anos para seu primo, Eraí Maggi Scheffer, presidente do grupo Bom Futuro.

Mas ambos são conhecidos porque somam o maior número de hectares destinados às plantações de soja. É claro que a família Maggi tem muito a ensinar sobre o assunto, mas os recordes mais importantes para o desenvolvimento do agronegócio brasileiro são de produtividade, ou seja, a produção máxima por hectare.

O recorde de produção de soja por hectare no Brasil é medido pelo Desafio Nacional de Máxima Produtividade de Soja, promovido a cada safra pelo Comitê Estratégico Soja Brasil (Cesb), entidade sem fins lucrativos. A intenção é atuar como propulsor para aumentar a média da produção nacional.

A nível nacional, os vencedores foram o produtor João Carlos da Cruz e seu consultor, o engenheiro agrônomo Roberto Ishimura. A área da fazenda Lageado inscrita para o desafio, localizada em Buri (São Paulo), produziu 120 sacas por hectare. Em todo o talhão, a produtividade foi de 100 sacas por hectare. Na safra 2014/2015, o campeão nacional foi Alison Hildemberg, com 141,79 sacas por hectare na Fazenda São Jorge, em Ponta Grossa (Paraná).

Produtor americano quebra recorde mundial

Em setembro, o produtor americano Randy Dowdy alcançou o novo recorde mundial de produtividade na colheita de soja. O incrível resultado de 192 sacas por hectare foi registrado em um concurso de eficiência no cultivo de grãos de soja do estado da Georgia.

Eis um número bastante expressivo. Mas se pegarmos a média dos dois países, a diferença diminui. Nos Estados Unidos, segundo o USDA, departamento de agricultura do país, na safra 2015/2016, em uma área plantada de 33,109 milhões de hectares, a produtividade média foi de 3.230 kg (53,83 sacas) por hectare, totalizando uma produção de 106,934 milhões de toneladas de soja.

No Brasil, de acordo com dados da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a produção de 2015/2016 foi de 95,631 milhões de toneladas, apesar de os produtores brasileiros terem destinado 33,177 milhões de hectares ao cultivo de soja. A produtividade média de 2.882 kg (48 sacas) por hectare, é o que explica.

A diferença não é grande, e quanto mais o Brasil investir na formação de profissionais capacitados para planejar com inteligência a aplicação de recursos nas plantações, maior será a produtividade das lavouras do país.

E você, o que acha que temos a aprender com o recorde de produção de soja americano? Deixe um comentário abaixo com a sua opinião.