• Algodão
  • Centro-Oeste
  • 23.08.2017
  • Por Meu Agronegócio

Mercado Organizado de Algodão completa 100 anos

mercado organizado de algodão

Você sabia que foi a criação do mercado organizado de algodão que resultou, décadas mais tarde, no surgimento da Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM&F)? Essa é uma história que começou em 1917, há exatos 100 anos. A data tão especial motivou a criação de um filme comemorativo que dá destaque às principais conquistas e fatos marcantes do setor algodoeiro.

O vídeo, chamado “100 Anos do Mercado Organizado do Algodão Brasileiro”, foi produzido pela Bolsa Brasileira de Mercadorias (BBM). Ele tem 5 minutos e meio de duração e está disponível no Youtube. Clique aqui e veja o filme.

História do mercado organizado de algodão

O marco da fundação do mercado organizado de algodão foi a criação da Bolsa de Mercadorias de São Paulo. A bolsa tinha como objetivo organizar e regulamentar o negócio do algodão e acabou dando origem, décadas depois, à BM&F – que, por sua vez, liderou a criação da Bolsa Brasileira de Mercadorias.

Mas a história do cultivo do algodão vem de muito antes, ainda no tempo do Brasil colonial. A produção, de acordo com o vídeo produzido pela BBM, começou em pequenas propriedades, com o intuito de servir de matéria-prima para as roupas dos cidadãos e escravos.

Mais tarde, quando o Brasil já era independente, porém ainda uma monarquia, ocorreu a Guerra da Secessão nos Estados Unidos, importante produtor de algodão, enquanto a Europa já usufruía dos efeitos da Revolução Industrial, que se manifestou com muita força na indústria têxtil.

Esse contexto fez com que o Brasil começasse a exportar algodão, que ganhou, na época, o apelido de “ouro branco”. A produção começou com força no Maranhão – mas, quando o café passou por uma crise em São Paulo, produtores do estado vislumbraram um futuro promissor para o produto.

Esse foi o contexto da criação da BBM em 1917, motivada pelo otimismo em relação ao negócio de algodão e pelo desejo de se alinhar com o mercado externo, muito mais desenvolvido e organizado na época.

Avanço da produção de algodão no Brasil

A partir da criação do mercado organizado de algodão, começaram a ser criados métodos de classificação, revisão e arbitragem. Além do aperfeiçoamento de sementes, conduzido pelo Instituto Agronômico de Campinas.

Uma das grandes inovações do mercado organizado de algodão foi o sistema de tickers, implantado em 1952, que passou a agilizar a transmissão de informações do pregão do produto.

Nos anos 1990, começou a ser projetado um novo cenário para a produção de algodão brasileira, com o desenvolvimento da cultura na região do Cerrado, mais especificamente no estado do Mato Grosso.

Um clima favorável, aliado a fertilizantes adequados e a utilização das tecnologias mais sofisticadas permitem ao Brasil ser hoje o quinto maior produtor mundial de algodão. O produto serve como matéria-prima não apenas para a nossa vigorosa indústria têxtil, mas também para a produção de biodiesel e óleo de cozinha.

O que achou da história do mercado organizado de algodão? Caso tenha gostado, compartilhe o conteúdo nas redes sociais. Se tiver alguma dúvida ou sugestão, deixe um comentário abaixo.