• Cresce a venda de máquinas agrícola
  • 13.12.2016
  • Por Meu Agronegócio

Venda de máquinas agrícolas se recupera nos últimos meses de 2016

Venda de máquinas agrícolas

Quando os índices de venda de máquinas agrícolas estão altos, isso significa que o agricultor está abrindo o bolso e modernizando os seus equipamentos. Ele faz isso, é claro, visando a uma redução dos custos de produção e, principalmente, maior produtividade. Para que esse investimento seja possível, no entanto, ele precisa ter boas condições de acesso ao crédito e perspectivas otimistas para a próxima safra.

Venda de máquinas agrícolas em 2016

No acumulado dos meses já percorridos de 2016, comparando com o mesmo período de 2015, a venda de máquinas agrícolas e rodoviárias caiu 13,2%, nos números da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea). Mas se analisarmos mês a mês, veremos que os índices estão progredindo. Veja o histórico dos últimos meses e entenda:

Junho

No mês de junho, a venda de máquinas agrícolas e rodoviárias totalizou 4,1 mil unidades e caiu 7,8% em relação ao mesmo mês de 2015. Apesar disso, subiu 18% em relação ao mês de maio. Na comparação com o acumulado dos seis primeiros meses de 2015, o número representava uma queda de 30,9%.

Julho

Em julho, foram vendidas pouco mais de 4 mil máquinas agrícolas e rodoviárias. Apesar de o resultado ter caído em relação ao mês anterior, o desempenho teve uma pequena alta, de 1,3%, na comparação com julho de 2015.

Agosto

O pequeno avanço no comparativo com o ano anterior evoluiu em agosto, quando foram vendidas 4,5 mil unidades, contra 4,2 mil do mesmo mês em 2015, representando um aumento de 7,3%. Assim, a diferença no acumulado dos dois anos caiu para 22,1%.

Setembro

No mês de setembro, 4,8 mil unidades de máquinas agrícolas e rodoviárias foram vendidas. O número representou 6,1% a mais do que agosto e 22,2% a mais do que em setembro de 2015, quando foram vendidas 3,9 mil unidades. No acumulado do ano, a diferença caiu para 17,4%.

Outubro

No último boletim divulgado pela Anfavea, o resultado das vendas do segmento seguiu setembro: 4,8 mil unidades vendidas. Como em outubro do ano passado foram vendidas 3,8 mil unidades, o crescimento pulou para 28,4% nesse mês.

Assim, no acumulado de janeiro a outubro de 2015, as vendas foram 13,2% maiores do que no mesmo período deste ano. Se lembrarmos que em junho a diferença era de 30,9%, podemos concluir que o setor tem avançado bem nos últimos meses.

Avaliando o mercado como um todo, o presidente da Anfavea, Antonio Megale, relaciona o progresso com as perspectivas econômicas do país. “Os indicadores econômicos estão progredindo, a confiança sobe e o medo do desemprego diminui”, afirmou, na divulgação dos resultados de outubro.

Confirmando-se as expectativas de boa produção para a safra 2016/2017, espera-se que os produtores invistam ainda mais na modernização de suas máquinas, criando um círculo virtuoso para toda a cadeia do agronegócio.

Gostou do artigo? Então compartilhe o conteúdo nas redes sociais. Se ficou com dúvidas, deixe um comentário abaixo com a sua pergunta.